• Inntegra

Conheça os quatro capitais necessários para atingirmos o Envelhecimento Ativo.

O Envelhecimento Ativo é o processo de otimização de oportunidades para a saúde, a aprendizagem ao longo da vida, a participação e a segurança para melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem (WHO, 2005).


Envelhecimento Ativo

De acordo com a OMS, o Envelhecimento Ativo deve ser pautado no acúmulo de quatro capitais que são interdependentes e se reforçam mutuamente (Centro Internacional de Longevidade Brasil, 2015). São eles:


(1) Saúde: a saúde é universalmente reconhecida como o requisito mais essencial para a qualidade de vida. A capacidade de participar de todas as esferas de atividade realizado através da integridade da saúde física e mental (Centro Internacional de Longevidade Brasil, 2015).


(2) Capital Intelectual: A aprendizagem é um recurso renovável que melhora a capacidade de se manter saudável e de adquirir e atualizar conhecimentos e habilidades para permanecer relevante e melhor assegurar a segurança pessoal. Quanto mais saudável e instruído se é em qualquer idade, maiores as chances de se participar plenamente na sociedade (Centro Internacional de Longevidade Brasil, 2015).


(3) Capital Social: atividades integrais socioeconômicas, culturais e espirituais (WHO, 2005). Esse pilar significa ter um “engajamento em qualquer causa social, cívica, recreativa, cultural, intelectual ou espiritual que dê significado à vida e promova um sentimento de realização e de pertencimento.” (CENTRO INTERNACIONAL DE LONGEVIDADE BRASIL, 2015, p.47).


(4) Segurança: confere o sentimento de estar protegido, em um sentido amplo - da negligência, da pobreza extrema, do abandono e da falta de cuidado quando esse se faz necessário (WHO, 2005).


Quer conhecer mais, acesse:

https://inntegragerontologia.com


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo